sábado, 15 de dezembro de 2012

Nada ainda comprado

Em todos os anos, perto do Natal, lembro-me sempre de uma certa indecisão quanto ao presente para a minha mãe. 
O meu Natal há bastante tempo que deixou de ser pelos presentes ( ou mais pelo acto de desembrulhar ), mas pela reunião, pela família e até pelos doces que merecem referência. Porém, é-me absolutamente impossível ignorar que me dá sempre um certo gosto presentear as pessoas que me são mais chegadas nesta altura, nem que seja com algo caseiro. Calculo que sempre dará.
 Mantenho o cuidado que seja algo que ela realmente precise ou, noutros casos, uma coisinha mais especial que a tenha feito namorar as montras. 
Sempre à última da hora debaixo do pinheiro mas acaba sempre, eventualmente, por chegar. 
Agora, ainda me encontro na fase de escolhas, de separar os nem pensar dos definitivamente. Estou aberta a sugestões.

9 comentários:

Janne disse...

perfumes calham sempre bem (:

Meg disse...

Aproveitamos sempre (:

Doce disse...

Se eu pudesse oferecia à minha mãe aquela máquina que corta os legumes e assim. Iria poupar muito tempo à minha tempo! E também me dava jeito a mim!

Claire disse...

Eu adoro o natal a parte de escolher prendas é sempre o mais dificil.
Não peço prendas.

Emily disse...

- este ano vai ser o pior ano e deveria ser o melhor... eu ao inicio queria esforçar-me e agora quero o oposto s:

Chic Maria disse...

Tb não tenho nada comprado, mas este ano não vou oferecer prendas. Tou a pensar fazer algo mas tenho que me apressar a comprar materiais! *

Kiss disse...

Tens 1 selo no meu blog :D
Beijinhos

Sofia Duarte disse...

Oh, obrigada querida! :)

helena fernandes disse...

a prenda para oferecer à minha mãe é sempre a mais difícil de escolher