sábado, 2 de junho de 2012

Intervenções indesejadas

3917177_large 
Entro num certo café. O empregado sai detrás do balcão e mal lhe vejo a cara começo a desesperar. Não é que é o tal fala-barato? O homem até se esforça para ter graça mas, na minha opinião, sem grande sucesso. Intervém vezes sem conta e interrompe-nos a conversa outras tantas. Cada vez que nos apanha ali levamos com uma dose grande de bitaites e conversa sem interesse. É uma questão de sorte. Ou azar.

4 comentários:

Miss Love disse...

Gosto muito do blog. (:
Sigo certamente. **
Kisses.

Tinkie disse...

Obrigada :)

Clairvoyant disse...

Rápida a julgar, mas será que tens toda a informação necessária para compreender o que se está a passar?

Pode ser alguém a sofrer de solidão, ou com algum disturbio mental menor como hiperactividade, ou simplesmente ser tímido e desajeitado. Talvez te ache muita piada e não saiba como o mostrar. Ou talvez nada disto. Mas posso afiançar-te que gente simplesmente parva é coisa que não existe.

Tinkie disse...

Certamente não será por me achar piada porque tem idade para ser meu pai. E acima de tudo eu não chamei parvo a ninguém muito menos estou a fazer pouco de uma pessoa sem a conhecer. Por isso digo que era desnecessário este testamento a mostrar tamanha preocupação porque ele pareceu-me bastante normal.